Riscos no transporte de carga perigosa

transtry-riscos-transporte-carga-quimico-perigosa

Uma mercadoria, para ser transportada, demanda uma pesquisa significativa sobre qual empresa está apta a realizar o serviço. Nós sabemos.

Porém, quando se trata de carga perigosa, que oferece riscos à saúde e ao meio ambiente, é preciso segurança redobrada na demanda. E, de fato, é necessário cuidado extra para o transporte de material perigoso ou nocivo.

Sendo assim, elaboramos este artigo com os pontos principais de uma série de situações, riscos e requisitos para transportar carga perigosa. Você verá que a escolha da empresa ideal para o trabalho vai muito além de um simples orçamento. Confira!

O que é considerada uma carga perigosa?

Localizar um adesivo no veículo de transporte de carga escrito “Perigo” não é bem a qualificação correta para definir se a carga ali transportada, é de fato perigosa.

Sendo assim, vamos a definição exata sobre ela e, em sequência, como deve ser transportada.

A Resolução Nº 5.232/2016 dada pela ANTT (AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES), classifica e regulamenta as instruções no transporte terrestre de produtos perigosos.

“A classificação de um produto ou artigo como perigoso para fins de transporte

deve ser feita pelo seu fabricante ou expedidor, orientado pelo fabricante, ou ainda, pela

autoridade competente, quando aplicável, tomando como base as características físico-químicas do produto, alocando-o em uma das classes ou subclasses descritas nos capítulos

2.1 a 2.9 deste Regulamento.”

A Lista de produtos é extensa e pode ser consultada por qualquer pessoa a qualquer momento.

No entanto, trouxemos alguns exemplos de produtos considerados nocivos ao ser humano, bem como ao meio ambiente.

Quais produtos são nocivos para humanos e perigosos para transporte

  • Explosivos: Substâncias que produzem gases e calor, como por exemplo – Pólvora e nitroglicerina;
  • Gases: São facilmente dispersados no ar, algumas vezes não tem odor ou cor, por exemplo: cloreto de amônia e gás de cozinha;
  • Líquidos inflamáveis: Produtos que produzem reação de combustão quando em temperatura elevada, como por exemplo: gasolina, álcool, óleo diesel;
  • Sólidos inflamáveis: Substâncias que se tornam inflamáveis em contato com chamas ou quando ocorre atrito, como por exemplo: enxofre;
  • Substâncias Oxidantes e peróxidos orgânicos: Material que podem liberar oxigênio, podendo causar incêndios, como por exemplo: peróxido de hidrogênio (água oxigenada);
  • Substâncias Tóxicas e substâncias infectantes: produtos químicos capazes de causar danos graves à saúde, mesmo em pequena quantidade, como por exemplo: pesticidas;
  • Material Radioativo: Utilizado em áreas industriais e hospitalares, apresentam riscos pela energia invisível que libera, para poder detectá-lo é necessária a utilização de aparelhos especiais. A blindagem é a única forma de impedir que sua energia escape, como por exemplo: máquina de raio X;
  • Substância Corrosivas: Se apresenta em estado sólido ou líquido, causa queimaduras graves em contato com a pele, como por exemplo: ácido sulfúrico (soda cáustica);
  • Substância e artigos perigosos diversos: Essas substâncias não se encaixam nas outras definições, mas são diversos produtos que também oferecem perigo, como por exemplo: baterias de lítio.

 

Como se precaver no momento do transporte da carga perigosa?

A capacitação da equipe que vai lidar com a carga a ser transportada deve ser precisa e de alta qualidade. Não se entrega um veículo com esse tipo de produto a um colaborador sem o treinamento adequado.

Assim sendo, vejamos algumas medidas usadas no transporte de carga perigosa, que minimizam ou até mesmo eliminam os riscos, para uma viagem bem-sucedida e em segurança.

Classificação correta da carga

Antes até mesmo do carregamento, prescinde a equipe em questão saber exatamente que tipo de produto irá transportar. Ou seja, estar ciente de suas características, formas de manuseio e medidas preventivas.

Muito além de quem transporta e de quem o receberá, as informações sobre o produto devem ser precisas e estarem acessíveis a todos que irão lidar com a mercadoria.

Documentação “em dia”

Talvez a pergunta que você esteja se fazendo agora é: “mas o que a documentação em dia, tem a ver com os riscos no transporte de carga perigosa?”

Essa é uma pergunta que tem resposta simples e direta. Os documentos, autorizações, licenças e verificações periódicas para o transporte de materiais perigosos são as certificações de que a empresa se capacita e previne exatamente como ordena os órgãos estipulados como controladores de qualidade e segurança, ou seja, a documentação em dia vai trazer a segurança necessária de quem se preparou, se qualificou e está apto a realizar esse tipo de transporte.

Produtos bem embalados

Esse ponto vai além de embalagens resistentes e próprias para o transporte de produtos nocivos à saúde. Ele também trata da marcação específica de cada material, os riscos oferecidos, a forma de manuseio, temperatura ideal, entre outros.

Logo, além da embalagem ideal para o transporte, nela deve haver todas as informações necessárias para quem vai entrar em contato com o produto transportado. Seja quem leva, seja quem recebe.

Capacitação de Pessoal

Por último, e não menos importante, a capacitação da equipe que vai lidar com a carga perigosa é essencial para o sucesso do transporte.

Todas as observações anteriores podem ruir se os colaboradores, motoristas e demais agentes destinados ao manuseio da carga a ser transportada não estiverem devidamente capacitados para tal.

Para isso, treinamento, certificações, palestras, seminários, material constante à disposição e muito mais deve ser ofertado e exigido a quem trabalha com transporte de carga perigosa. Só assim, haverá condições de minimizar os riscos oferecidos por estes diversos produtos, que necessitam ser transportados, mas podem oferecer danos à saúde e ao meio ambiente.

A Transtry

A Transtry tem o conhecimento da área e a experiência de mercado que fazem dela um transportador integralmente qualificado para o transporte de carga perigosa.

Relatos acima descritos, além de questões adicionais, são parte do dia a dia de uma empresa ciente da responsabilidade ambiental do transporte de carga perigosa, e de como se faz necessária a implementação de todos os requisitos de segurança possíveis.

Desta forma, podemos oferecer um serviço de logística eficiente, rápido e acima de tudo, de qualidade. A Transtry é especialista no transporte de cargas automotivas, bens de consumo, tecnologia, carga geral e principalmente químico perigosa, trazendo um diferencial nas certificações importantes como SASSMAQ.

E se você deseja conhecer um pouco mais do nosso trabalho ou fechar parcerias comerciais, por favor, visite nosso site em  www.transtry.com.br